terça-feira, 22 de abril de 2008

domingo, 13 de abril de 2008

FOTOS CURSO ERE NA 32CRE

Posted by Picasa

FOTOS ENCONTRO PROFESSORES DE ENSINO RELIGIOSO 10.04.2008 32CRE




Posted by Picasa

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Mensagem do Curso de Ensino Religioso: CALÇAS MOLHADAS - Pastor Wolter - da Igreja Evangélica Luterana do Brasil

CALÇAS MOLHADAS
Venha comigo a uma sala de aula do terceiro ano...Há um menino de nove anos sentado à sua carteira e de repente há uma poça entre seus pés, e a parte dianteira de suas calças está molhada. Pensa que seu coração vai parar porque não pode imaginar como isso aconteceu. Nunca havia acontecido antes, e sabe que quando os meninos descobrirem nunca o deixarão em paz. Quando as meninas descobrirem, nunca mais falarão com ele enquanto viver.

O menino acredita que seu coração vai parar, abaixa a cabeça e faz esta oração:

"Querido Deus, isto é uma emergência! Eu necessito de ajuda agora! Mais cinco minutos e serei um menino morto".


Levanta os olhos de sua oração e vê a professora chegando com um olhar que diz que foi descoberto. Enquanto a professora está andando até ele, uma colega chamada Susie está carregando um aquário cheio de água. Susie tropeça na frente da professora e despeja inexplicavelmente a água no colo do menino. O menino finge estar irritado, mas ao mesmo tempo interiormente diz "Obrigado, Senhor! Obrigado, Senhor!" De repente, em vez de ser objeto de ridículo, o menino é objeto de compaixão.

A professora desce apressadamente com ele e dá-lhe shorts de ginástica para vestir enquanto suas calças secam. Todas as outras crianças estão sobre suas mãos e joelhos limpando ao redor de sua carteira. A compaixão é maravilhosa. Mas como tudo na vida, o ridículo que deveria ter sido dele foi transferido a outra pessoa - Susie. Ela tenta ajudar, mas dizem-lhe para sair. "Você já fez demais, sua grosseira!"

Finalmente, no fim do dia, enquanto estão esperando o ônibus, o menino caminha até Susie e lhe sussurra, "você fez aquilo de propósito, não foi?" E Susie lhe sussurra, "eu também molhei minha calça uma vez".

Possa Deus nos ajudar a ver as oportunidades que sempre estão em torno de nós para fazer o bem.
Lembrem-se... apenas ir à igreja não o faz um cristão, da mesma forma que ficar em sua garagem não o transforma em um carro.
(Esta frase te incomoda ???)
Cada um e todos nós estamos atravessando épocas difíceis agora, mas Deus está pronto para abençoar-nos de uma maneira que somente Ele pode fazer. Mantenha a fé.

Minha idéia era escolher quatro (4) pessoas para Deus abençoar, faça isso em pensamento, imagine Deus cobrindo de bençãos 4 pessoas queridas em seu coração e continuar a orar com fé para os outros.

Oração
Pai, abençoe meus amigos, parentes e aqueles com os quais me preocupo profundamente e que estão lendo esta oração agora. Mostre-lhes uma nova revelação de seu amor e poder. Espírito Santo ministre seu espírito neste momento.
Onde há dor, dê paz e piedade. Onde há dúvida, libere uma confiança renovada com sua graça.
Onde há necessidade, que seja suprida. Abençoe seus lares, famílias, finanças, suas idas e suas vindas. Amém.

Que Deus te abençoe!!

Fonte Blog: http://solbatt.blogspot.com/

CARTA AO PASTOR - MENSAGEM DO ENCONTRO DE ENSINO RELIGIOSO - PROFERIDA E REFLETIDA AOS PARTICIPANTES DO CURSO PELO PASTOR WOLTER

Prezado pastor!Estou escrevendo esta carta porque estou totalmente confusa.Sou casada há 23 anos e as coisas não estão bem em nosso casamento.Meu marido e eu não nos amamos mais!
Não sentimos ódio ou raiva um do outro, simplesmente nosso relacionamento esfriou. Não temos mais diálogo. Um não sabe nada do outro. Conversamos apenas o necessário para viver na mesma casa.Costumávamos trocar idéias, falar de nossos filhos...
Hoje, nossos filhos estão casados e parece que a comunicação partiu com eles.Não tenho nenhuma queixa com relação ao meu marido. Ele não me bate, nunca se excedeu na bebida, não deixa que alguma coisa falte em casa e, até onde posso saber, ele é fiel a mim.
Nossa vida se resume em tomarmos as refeições e assistirmos televisão juntos. Conversamos apenas quando alguns amigos estão conosco... Já dormimos em quartos separados e, não há nenhum encantamento em vivermos juntos!
Prezado pastor!Na sua opinião, há algo para ser feito para que o amor, o romantismo, a alegria que sentíamos no início do casamento retorne? Talvez não com a mesma intensidade, mas mais fortalecido e estáveis pelo passar dos anos?
Questiono-me se há alguma motivação para continuar vivendo assim.Acho que a melhor solução é a separação.
Como vê, preciso de sua ajuda!!Aguardo sua resposta com ansiedade...Alguém que precisa de ajuda...
Gênesis 1.27-28"Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra"

CONTEÚDOS NOS EIXOS TEMÁTICOS DO ENSINO RELIGIOSO - palestra presbítero Valdir Ramos da Igreja Assembléia de Deus - Representante do CONER

CONTEÚDOS NOS EIXOS TEMÁTICOS DO
ENSINO RELIGIOSO

 CULTURAS E TRADIÇÕES RELIGIOSAS
 TEOLOGIAS
 TEXTOS SAGRADOS (orais e escritos)
 RITOS
 ETHOS

CULTURAS E TRADIÇÕES RELIGIOSAS (conceito)
• É o estudo do fenômeno religioso à luz da razão humana, analisando questões como: função e valores da tradição religiosa, relação entre tradição religiosa e ética, tradição religiosa natural e revelada, existência e destino do ser humano nas diferentes culturas.

• Esse estudo reúne o conjunto de conhecimentos ligados ao fenômeno religioso, em um número reduzido de princípios que lhe servem de fundamento e lhe delimitam o âmbito de compreensão. Assim não se separa das ciências que se ocupam do mesmo objeto como: filosofia da tradição religiosa, história e tradição religiosa, sociologia e tradição religiosa e psicologia e tradição religiosa.

CULTURAS E TRADIÇÕES RELIGIOSAS ( Conteúdos)

A Filosofia da religião A idéia do Transcendente, na visão tradicional e atual;

História da Tradição religiosa
A evolução da estrutura religiosa nas organizações humanas no decorrer dos tempos.

Sociologia e tradição religiosa
A função política das ideologias religiosas.


Psicologia e tradição religiosa As determinações da tradição religiosa na construção mental do inconsciente pessoal e coletivo


Psicologia e tradição religiosa

ESCRITURAS SAGRADAS E/OU TRADIÇÕES ORAIS (Conceito)



 São os textos que transmitem, conforme a fé de seus seguidores, uma mensagem do Transcendente, onde pela revelação, cada forma de afirmar o Transcendente faz conhecer aos seres humanos seus mistérios e sua vontade, dando origem às tradições. E estão ligados ao ensino, à pregação, à exortação e aos estudos eruditos.

 Contém a elaboração dos mistérios e da vontade manifesta do Transcendente com o objetivo de buscar orientações para a vida concreta neste mundo. Essa elaboração se dá num processo de tempo-história, num determinado contexto cultural, como fruto próprio da caminhada religiosa de um povo, observando e respeitando a experiência religiosa de seus ancestrais, exigindo a posteriori uma interpretação e uma exegese.

 Nas tradições religiosas que não possuem o texto sagrado escrito, a transmissão é feita na tradição oral.

ESCRITURAS SAGRADAS E/OU TRADIÇÕES ORAIS (conteúdos)


Revelação A autoridade do discurso religioso fundamentado na experiência mística do emissor que a transmite como verdade do Transcendente para o povo;

História das narrativas agradas O conhecimento dos acontecimentos religiosos que originam os mitos e segredos sagrados e a formação dos textos;


Contexto Cultural A descrição do contexto sóciopolítico-religioso de terminante na redação final dos textos sagrados;

Exegese A análise e a hermenêutica atualizadas dos textos sagrados.



TEOLOGIAS (CONCEITOS)
 É o conjunto de afirmações e conhecimentos elaborados pela religião e repassados para os fiéis sobre o Transcendente, de um modo organizado e sistematizado.
 Como o transcendente é uma entidade ordenadora e o senhor absoluto de todas as coisas, expressa-se esse estudo das verdades de fé.

 A participação na natureza do Transcendente é entendida como graça e glorificação, respectivamente no tempo e na infinidade. Para alcançar essa infinidade o ser humano necessita passar pela realidade última da existência do ser, interpretada como: ressurreição, reencarnação, ancestralidade, havendo espaço para a negação da vida além morte.

TEOLOGIAS (Conteúdos)


Divindades A descrição das representações do Transcendente nas tradições religiosas;


Verdades de fé O conjunto de mitos, crenças e doutrinas que orientam a vida do fiel em cada tradição religiosa;

Vida além morte As possíveis respostas norteadoras do sentido da vida: a ressurreição, a reencarnação, a ancestralidade e o nada.
RITOS (conceito)


 É a série de práticas celebrativas das tradições religiosas formando um conjunto de: que podem ser agrupados em três categorias:

a)Rituais - que podem ser agrupados em três categorias principais:

1) “os propiciatórios” – que se constituem principalmente nas orações, sacrifícios e purificações.

2) “os divinatórios” – que visam conhecer os desígnios do Transcendente em relação aos acontecimentos futuros.
3) “os de mistério” – que compreendem as várias cerimônias relacionadas com certas práticas limitadas a um número restrito de fiéis, embora também haja uma forma externa acessível a todo o povo;

b) Símbolos - que são sinais indicativos que atingem a fantasia do ser, levando-o a compreensão de alguma coisa;

c) Espiritualidades – que alimentam a vida dos adeptos através de ensinamentos, técnicas e tradições, a partir de experiências religiosas e que permitem ao crente uma relação imediata com o Transcendente.

RITOS (Conteúdos)


Rituais A descrição de práticas religiosas significantes, elaboradas pelos diferentes grupos religiosos;


Símbolos A identificação dos símbolos mais importantes de cada tradição religiosa, comparando seu(s) significado(s).


Espiritualidades O estudo dos métodos utilizados pelas diferentes tradições religiosas no relacionamento com o transcendente, consigo mesmo, com outros e o mundo.


ETHOS (conceito)


 É a forma interior da moral humana em que se realiza o próprio sentido do ser. É formado na sua percepção interior dos valores, de que nasce o dever como expressão da consciência e como resposta do próprio “eu” pessoal. O valor moral tem uma ligação com um processo dinâmico da intimidade do ser humano e, para atingi-lo não basta deter-se à superfície das ações humanas. Essa moral está iluminada pela ética, cujas funções são muitas, salientando-se a crítica utópica.
 A função crítica, pelo discurso ético, detecta, desmascara e pondera as realizações inautênticas da realidade humana. A função utópica projeta e configura o ideal normativo das realizações humanas.
Essa dupla função concretiza-se na busca de “fins” e de “significados”, na necessidade de utopias globais e no valor inalienável do ser humano e de todos os seres, onde ele não é sujeito nem valor fundamental da moral numa consideração fechada de si mesmo.

ETHOS (conteúdos)

Alteridade As orientações para o relacionamento com o outro, permeado por valores;


Valores O conhecimento do conjunto de normas de cada tradição religiosa apresentando para os fiéis no contexto da respectiva cultura;

Limites A fundamentação dos limites éticos propostos pelas várias tradições religiosas.



Objetivos para o Ensino Religioso na Educação Básica
 EDUCAÇÃO INFANTIL

 Valorizar a vida com um dom, e desenvolver atitudes de respeito e responsabilidade consigo mesmo, com o outro, com a natureza e com o Transcendente;
 Proporcionar o conhecimento do fenômeno religioso, a partir da realidade sociocultural do educando, desenvolvendo noções básicas de identidade, alteridade e transcendência;
 Conhecer e vivenciar manifestações culturais e religiosas da vida cotidiana, identificando os seus símbolos e percebendo sua relação com o transcendente.

ENSINO FUNDAMENTAL
ANOS INICIAIS
 Valorizar a vida como criação do transcendente, reconhecendo nossa responsabilidade pela sua preservação;

 Conhecer a sua própria cultura, respeitando os valores das diversas tradições religiosas, possibilitando a convivência, o respeito, a tolerância e a solidariedade com o diferente;

 Conhecer os textos sagrados, orais e escritos, das diversas manifestações religiosas nas diferentes culturas.

ENSINO FUNDAMENTAL
ANOS FINAIS
 Conhecer o pluralismo religioso e a diversidade cultural como parte histórica de cada povo;

 Identificar os elementos essenciais, comuns e particulares, das diversas tradições religiosas;
 Proporcionar o diálogo inter-religioso na busca e no cultivo de valores morais, éticos e religiosos, vivenciando hábitos e atitudes conscientes na busca de transcendência e de cidadania;

ENSINO FUNDAMENTAL
ANOS FINAIS

 Favorecer a compreensão do significado das diversas tradições religiosas, fortalecendo as predisposições de cada ser humano a perceber a vida como dom gratuito e o mundo como um todo, onde o educando pensa, sente, decide e age como alguém chamado a realizar um projeto existencial;

 Compreender as diferentes dimensões da vida, através da crença, da ciência,do conhecimento do sagrado, da identidade e da corporeidade, diferentes expressões de gênero,dons e potencialidades; relacionamento e afetividade.

ENSINO MÉDIO

 Estimular o educando a definir conceitos referenciais de valores que sustentem a opção pelo bem, pela verdade, pela justiça e pelo amor;

 Contribuir para que o educando perceba-se inserido no processo de transformação da sociedade para o bem comum;

 Estimular o espírito de reflexão, solidariedade e fraternidade com o outro,levando-o a formular questionamentos existenciais, a fim de elaborar as suas próprias respostas;


 Proporcionar o conhecimento dos elementos que compõem o fenômeno religioso, a partir de experiências religiosas percebidas no contexto do educando;

 Refletir o sentido da ética e da moral como conseqüência do fenômeno religioso e expressão da consciência e da resposta pessoal e comunitária do aluno, levando-o a ouvir e respeitar as idéias dos outros;

 Oportunizar uma vivência harmoniosa, proporcionando atividades que levem o educando a buscar a superação dos seus limites, identificando suas possibilidades e reconhecendo o diferente como integrante da construção da paz sem exclusões;

 Estimular o respeito á diversidade religiosa, sem qualquer forma de proselitismo, procurando o conhecimento da religiosidade por meio de ritos, tradições, celebrações e textos sagrados.


EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

 Conhecer as diversas concepções de mundo, presentes nas diferentes tradições religiosas, envolvendo os aspectos sociais, políticos, econômicos e ambientais;
 Compreender a origem dos textos, ritos e símbolos sagrados na história das tradições religiosas;

 Promover, por meio da informação, reflexão e vivência de valores morais, éticos e religiosos, o diálogo inter-religioso e, consequentemente, a superação de preconceitos.


Visite o blog: http://solbatt.blogspot.com/

Canto: Você tem valor, Encontro de Ensino Religioso - 10.04.2008 - Pastor Valdir Ramos

VOCÊ TEM VALOR!
QUERO QUE VALORIZE O QUE VOCÊ TEM
VOCÊ É UM SER VOCÊ É AÇLGUÉM
TÃO IMPORTANTE PARA DEUS
NADA DE FICAR SOFRENDO ANGÚSTIA E DOR
NESSE TEU COMPLEXO INTERIOR
DIZENDO AS VEZES QUE NÃO É NINGUÉM
EU QUERO FALAR DO VALOR QUE VOCÊ TEM!
EU QUERO FALAR DO VALOR QUE VOCÊ TEM!!

Canto do encontro de Ensino Religioso - 10.04.2008 - Pastor Valdir Ramos

ABRA OS BRAÇOS, E DÊ UM ABRAÇO, SINTA A ALEGRIA DE VIVER EM UNIÃO.
ABRA OS BRAÇOS, E DÊ UM ABRAÇO, AMAI A DEUS, E TAMBÉM O SEU IRMÃO.

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Aqui, você encontra os registros textuais e fotográficos de uma educadora... Minha Vida é abençoada por Deus! (Tenho todo o amor que mereço e amo de forma incondicional). Adoro meu trabalho e tudo que realizo é feito com Paixão! Amo a vida e o meu bem maior é viver! Que bom te ver aqui! Aproveite! Bjks Prof. Sol